Weby shortcut
Facebook OdontoUFG
Odontologia

Consultório Itinerante Odontológico da UFG inicia atividades hoje na Escola Municipal Professora Leonísia Naves de Almeida, no Setor Morada do Sol.

A dificuldade de alfabetização de crianças na Educação Básica e na Educação de Jovens e Adultos por problemas odontológicos, entre outros, e a necessidade de ampliar a abrangência na direção da formação de qualidade dos futuros profissionais da Odontologia foram motivações para uma ação intersetorial entre o Ministério da Saúde e o Ministério da Educação. No contexto, as Universidades Federais, juntamente com o sistema de Hospitais Universitários Federais, integraram esforços para o desenvolvimento do Projeto Saúde na Escola – PSE por meio de Consultórios Itinerantes. O projeto foi destinado àquelas universidades federais que possuem cursos de Odontologia.

Os consultórios itinerantes e os equipamentos odontológicos foram doados para o hospital Universitário da UFG pelo Ministério da Educação. O custeio dos insumos necessários para as atividades assistenciais está assegurado pelo Ministério da Saúde, por meio de incentivo financeiro. Os procedimentos odontológicos não realizados no consultório itinerante serão encaminhados para a Faculdade de Odontologia da UFG, por meio da regulação com a gestão municipal de saúde.

O objetivo desta ação é prestar assistência qualificada à população, preferencialmente escolar, em consonância com as políticas nacionais de saúde e de educação, além de incrementar novo cenário de ensino-aprendizagem na formação de profissionais de saúde capacitados a atender às demandas no campo da saúde bucal. Há também consultórios itinerantes para atendimento oftalmológico, integrantes do mesmo projeto.

A diretora da Faculdade de Odontologia da UFG, Profa Enilza Maria Mendonça de Paiva, elogiou a participação das Secretarias Municipais da Saúde e da Educação de Goiânia no apoio para o início do atendimento. Ressaltou, ainda, que esses consultórios itinerantes deverão ser muito úteis para todo o estado de Goiás. A proposta é que eles não fiquem apenas um dia em cada local, mas tempo bastante para atender a todos que precisarem naquela localidade e, em seguida, a estrutura deve ser montada em outras escolas, outros bairros e outros municípios.

 

Listar Todas Voltar